O crime de violação em pessoas adultas deve ser considerado um crime público?

 A questão é delicada e complexa, está a dividir a sociedade e, num espaço de duas semanas, uma petição para a mudança na lei quase chegou às 60 mil assinaturas. A violação é atualmente um crime semipúblico, o que quer dizer que a queixa tem de ser apresentada pela vítima às autoridades num prazo máximo de seis meses. Para a discussão desta matéria convidámos a deputada do PS, Isabel Moreira, e a Presidente do Instituto de Apoio à Criança, Dulce Rocha, que têm visões opostas. Isabel é contra porque acha que a vítima deve ter sempre uma palavra a dizer sobre a queixa e rejeita o que chama de ‘feminismo carcerário’. Dulce, por outro lado, considera que o sistema atual favorece o silenciamento das vítimas e a impunidade dos agressores. Oiçam-nas para uma melhor reflexão sobre o tema

Dulce Rocha

Isabel Moreira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on google