Sexualidade em stereo

Vamo-nos libertando nos costumes mas a vida interna está cada vez mais presa e talvez ambas as razões não se excluam mutuamente. Num tempo em que as conquistas sexuais se tornaram desporto mundial e os impulsos se gratificam com umas voltas no Tinder, onde fica o erótico? Mais: onde fica o desejo?