Poesia —— Al Berto

corpo / que te seja leve o peso das estrelas / e de tua boca irrompa a inocência nua / dum lírio cujo caule se estende e / ramifica para lá dos alicerces da casa