Poesia —— Adília Lopes

Sou um poeta-macho / sou um desmancha-prazeres / sou um empata-fodas —— Sou uma poetisa-fêmea para mim / é tudo bestial