A natureza de uma ‘crush’

A crush nem sequer chega a ser ‘estar apaixonado’. Mas também é mais do que um mero interesse nas ideias daquela pessoa ou no suspiro diante dos seus lindos olhos. Está ali a meio caminho. É uma antecâmara da paixão. E, por causa da lei das infinitas possibilidades, damos por nós a imaginar o que queremos e não queremos: uma viagem a um sítio que não conhecemos, os passeios por sítios onde já estivemos, os problemas que teremos, até o aborrecimento de estar a ver um filme ranhoso debaixo de uma manta numa noite invernosa.