Quando a pornografia afunila a sexualidade

Já no decurso do 2º período de confinamento, o padrão anterior sofreu um abalo. Durante a noite, Laura esticou o braço, na procura de aconchego e apenas encontrou colchão. «O que estás a fazer?… Agora percebo porque nunca te apetece…, Desde quando?…, Quero ver o histórico do computador!…, Deixei de te atrair, é isso?… Não quero estar ao lado de alguém como tu… ». Vicente apenas balbuciou: «é mais forte do que eu…».