Seja feita a minha vontade

Há uns anos, um namorado meu começou a tocar-me de forma mais brusca – tínhamos acabado de discutir e ainda estávamos na ressaca da discussão – e eu rejeitei-o. Ele insistiu no toque mais agressivo e eu continuei a rejeitar. Ele continuou e eu rejeitei, novamente. O que poderia ser um jogo de sedução passou a um jogo forçado.