Porque é a Cultura do Prazer que tantas vezes nos salva sugerimos desta vez: Os livros de poesia “Alegria para o fim do mundo”, de Andreia C. Faria; “Uma falha nos dentes”, de João Gesta; “Um dia tudo isto será meu” [Antologia], de João Habitualmente; assim como as obras “O Sexo Inútil”, de Ana Zanatti, e a “A Devoradora de Pecados”, de Megan Campisi. Quanto a séries e filmes, aconselhamos o “Sexify”, realizado por Piotr Domalewsk e Kalina Alabrudzińska; o filme “Prazer, Camaradas!”, de José Filipe Costa e, ainda, a peça de teatro “Top Girls” em cena no Teatro Nacional D. Maria II. Bom proveito!