Cultura do Prazer fosse uma festa popular, quais as barraquinhas que escolheriam? Desta vez, na zona dos livros, temos em destaque a obra “Contra Mim”, de Valter Hugo Mãe; o clássico “Do Amor”, de Stendhal; os “Insubmissos”, de Richard Zimler, a “Estação das Chuvas”, de José Eduardo Agualusa e para refletirem sobre o que é isso do amor em excesso, leiam “Mulheres Que Amam Demais”, de Robin Norwood. Já na zona dos filmes, temos “Pieces of a Woman”, de Kornél Mundruczó e “Her”, de Spike Jonze. E ainda sugerimos que veja o espetáculo “Gatilho da Felicidade”, de Ana Borralho & João Galante. Para quê escolher se pode devorar tudo isto?