Normalmente pensamos na excitação sexual como uma forma de chegar ao orgasmo, não se pensa na excitação como um bem em si. A sua desvalorização faz com que as pessoas tenham pressa para chegar ao orgasmo.