Na pele das palavras

As palavras são sagradas no amor e na vida. Podem ser ditas, escritas, cantadas, pintadas, bordadas, esculpidas, codificadas, ocultadas ou silenciadas. Uma vez, depois de terminado um namoro breve, mas intenso, resolvi esconder na casa do ex-namorado um papel com a palavra inventada só para nós dois. Até hoje não sei se foi encontrada, se continua no esconderijo onde a deixei, não importa.