LIVROS

CONTRA MIM 
——  VALTER HUGO MÃE

“Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a humanidade já estavam todas escritas, só falta uma coisa – Salvar a humanidade.” Quem o escreveu foi Almada Negreiros. Um escrito sábio que aparece citado pelo escritor Valter Hugo Mãe nas primeiras páginas do seu último livro, antes de mergulhar fundo nas memórias do seu passado. Valter Hugo Mãe chamou a esta obra autobiográfica  “Contra Mim” – lançada em outubro num “ano introspectivo” – e que é um livro à procura da criança que foi, com “o mais limpo dos corações”, a viver em Paços de Ferreira, onde conta como muito cedo percebeu que “as palavras eram jóias” e que passou a apanhar o dinheiro que caía da boca das pessoas: “Pirilampo”, “manhã”, “cristal”, “fogo”, “longe” e “amigo” foram, a dado momento, as suas palavras preferidas.

E assim, neste que é o seu livro mais pessoal e intimista, ficamos a saber como era o pequeno Valter, que um dia pediu licença para morrer quando a mãe lhe perguntou se não queria ir para a escola infantil aprender coisas e ter amigos e como sentia que os adultos se esforçavam para curarem as crianças da infância. E ficamos a saber coisas extraordinárias como os ‘milagrinhos’ de que foi capaz ou a magia que ensaiou para fazer nascer peixes, pirilampos e amigos da terra, dos rebuçados amarelos e de uma jarra cheia de água. Ou até mesmo como foram os primeiros beijos de boca fechada e a descoberta das revistas malandras de adolescente. E eis um livro que se lê de enfiada, com a alegria de nos ajudar a recordar, através das suas memórias, os miúdos que todos fomos.

Título: Contra Mim
Autor:   Valter Hugo Mãe
Editora: Porto Editora
Edição: dezembro de 2020
Preço:  14,94€



DO AMOR
—— STENDHAL

Publicado pela primeira vez em 1822, “Do Amor” fala-nos sobre a origem desse sentimento que nos une e os seus tipos. Esta obra de Stendhal questiona os padrões da sociedade, teoriza a sedução, cria expressões quase académicas para se referir ao amor e à paixão. Um livro único para ser devorado intensamente.

Título:  Do Amor
Autor:  Stendhal
Editora: Relógio D’Água
Edição: Relógio D’Água
Preço:  117,16€



INSUBMISSOS 
——   RICHARD ZIMLER

Saído dos Estados Unidos e tendo perdido muitos dos seus amigos para o VIH, um sensível professor de guitarra pretende iniciar uma nova vida e Portugal parece ser o local ideal. Quando um dos seus jovens alunos testa positivo para a mesma dura doença, o professor tenta salvá-lo dos pensamentos sombrios, levando-o até Paris (acompanhado pelo pai do jovem). Fala-se da homossexualidade, do amor, do desejo, sem preconceitos ou julgamentos. Em “Insubmissos”, publicado originalmente em 1996, mas chegado a Portugal apenas em outubro de 2020, ficamos de queixo caído e somos arrancados da nossa zona de conforto.

Título: Insubmissos
Autor: Richard Zimler
Editora: Porto Editora
Edição: 1996 (1ª Edição – chegou a Portugal em outubro de 2020)
Preço:  15,93€





ESTAÇÃO DAS CHUVAS 
——   JOSÉ EDUARDO AGUALUSA

Pelas mãos do escritor e jornalista José Eduardo Agualusa, chega-nos “Estação das Chuvas”. Um inteligente romance baseado no enigmático desaparecimento da poetisa e historiadora angolana, Lídia do Carmo Ferreira, em 1992. O escritor procura reconstruir a história desta mulher, explorando, simultaneamente, importantes acontecimentos da luta da independência de Angola. Uma marcante obra que deve ser lida por todos. 

Título:  Estação das Chuvas
Autor: José Eduardo Agualusa
Editora:  Quetzal
Edição: 1996 (1ª Edição)
Preço:  17,70€




MULHERES QUE AMAM DEMAIS
——   ROBIN NORWOOD

Será possível amar demais? O que é isso? A psicóloga Robin Norwood apresenta-nos este livro e o seu conceito como sendo um comportamento afetivo obsessivo, onde o amor é sinónimo de sofrimento. Colocando o foco na mulher – apesar de haver certamente muitos homens que também amam demais – a autora refere que as mulheres preferem tantas vezes homens e relações desequilibradas às saudáveis. E quem não conhece assim alguém? A autora procura, através de testemunhos reais, demonstrar que estas opções são tóxicas e que o caminho a percorrer deve ser outro. Um importante abrir de olhos para muitas pessoas.

Título: Mulheres Que Amam Demais
Autor: Robin Norwood
Editora: Sinais de Fogo Publicações
Edição: 1985 (1ª Edição)
Preço:  19,18€





FILMES



PIECES OF A WOMAN

Em “Pieces of a Woman”, não somos capazes de viver um segundo em descanso. Como se encontra a felicidade depois de se perder um filho à nascença? Talvez ninguém saiba bem, o diálogo com a dor nunca será fácil. Seria impossível trazer este filme, sem falar do excelente desempenho da atriz Vanessa Kirby que agarrou o papel e o interpretou como se da sua vida se tratasse, valendo-lhe uma nomeação para o Óscar de melhor atriz. 

Título:  Pieces of a Woman
Realizado por:  Kornél Mundruczó
Platarforma:  Netflix
Estreia:  2020



“HER”

E se nos apaixonarmos pelo sistema operacional do nosso computador? O futuro será assim? Vamos amar sistemas operativos e máquinas? É isso mesmo que acontece com o solitário Theodore, um escritor carente que se deixa envolver por uma voz, a virtual Samantha [aqui interpretada pela atriz Scarlett Johansson]. A história é distópica, mas belíssima e projeta-se num futuro não tão impossível de acontecer. Isto, para não referir brilhante banda sonora ou a excelente interpretação de Joaquin Phoenix. Uma magnífica obra-prima que ecoa nas nossas mentes sem pedir permissão. Vejam.

Título: Her
Realizado por:  Spike Jonze
Estreia: 2003




TEATRO



GATILHO DA FELICIDADE

A definição de felicidade varia de pessoa para pessoa. Pode ser até considerado um estado de bem-estar e satisfação. Como podemos ser felizes? E sobretudo, como podemos ser felizes numa sociedade infeliz?

A dupla de artistas Ana Borralho e João Galante convidam em cada local 12 jovens adultos. Eles não são actores e têm entre 18 e 23 anos. Sentados na mesma mesa, com uma arma no meio, jogam à roleta russa e respondem a uma lista de perguntas sobre os seus amores, as suas preocupações, as suas inquietações, as suas famílias, as suas visões do futuro – desenhando uma cartografia multicultural e explosiva da juventude local. Um jogo mortal em busca da felicidade.

Título: Gatilho da Felicidade
Autor: Ana Borralho & João Galante
Data: 3 de maio, às21h00
Local: FITEI DIGITAL – Livestreaming – Disponível por 48h, FITEI – Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica
Preço: Acesso digital livre e gratuito



João Vasco —— ilustração

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on google