Texto escolhido e dito por Teresa Faria, atriz, dramaturga e encenadora

SEXO ORAL

Primeiro a tua língua molha o meu

coração, num vagar de fera. Estendo

aurículas e ventrículos sobre a mesa, entre

os copos, que desaparecem. Não há mais

ninguém no bar cheio de gente. Abres-me agora

[os

pulmões, um para cada lado, e sopras. Respiras-

-me. O laser das tuas palavras rasga-me o lobo

frontal do cérebro. A tua boca abre-se e fecha-se,

fecha-se e abre-se, avançando

por dentro da minha cabeça. As minhas cidades

ruem como rios, correndo para o fundo dos teus

[olhos.

O tempo estilhaça-se no fogo

preso das nossas retinas. O empregado do bar

retira da mesa o nosso passado e arruma-o na

[vitrine,

ao lado dos exércitos de chumbo.

Entramos um no outro,

abrindo e fechando as pernas

das palavras, estremecendo no suor dos

olhos abraçados, fazendo sexo

com a lava incandescente dessa revolução

imprevista a que damos o nome de amor.



Inês Pedrosa —— nasceu em 1962. Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa, trabalhou na imprensa, na rádio e na televisão, tendo recebido vários prémios de jornalismo. Foi diretora da Casa Fernando Pessoa entre 2008 e 2014. Manteve durante anos uma crónica semanal no Expresso, que foi galardoada, em 2007, com o Prémio Paridade da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género. Até Outubro de 2016, foi colunista do semanário Sol. Atualmente participa dos programas de rádio A Páginas Tantas e Um Homem, uma Mulher, ambos na RDP e do programa de tv O Último Apaga a Luz, na RTP3.

Publicou 25 livros, entre os quais se destacam 7 romances: A Instrução dos Amantes, Nas Tuas Mãos (Prémio Máxima de Literatura), Fazes-me Falta, A Eternidade e o Desejo (finalista do Prémio Portugal Telecom 2009 e do Prémio Correntes d’ Escritas 2010), Os Íntimos (Prémio Máxima de Literatura), Dentro de Ti Ver o Mar e Desamparo (2015). Em 2019, foi publicado em Portugal o seu oitavo romance, O Processo Violeta e nos EUA a tradução americana de Fazes-me Falta: Still I Miss You.

Publicou ainda duas novelas fotográficas: Carta a Uma Amiga (sobre fotografias de Maria Irene Crespo), e Do Grande e do Pequeno Amor (sobre fotografias e em co-autoria com Jorge Colombo), bem como os livros de contos Fica Comigo Esta Noite e Desnorte (2016).

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on google