LIVROS



O FIM DO ARMÁRIO
—— BRUNO BIMBI


O Fim do Armário é um livro para todas as pessoas, de todas as orientações sexuais e identidades de género. Escrito pelo jornalista, escritor e ativista LGBT argentino Bruno Bimbi, é uma reflexão inquietante, íntima, mas coletiva, que coloca a nú os papéis e comportamentos heteronormativos que a sociedade espera de todos nós. Um livro que aborda de forma crítica e inteligente os desafios da sexualidade e das suas vivências e orientações, e revela de forma comovente o sofrimento, os “esconderijos” e a ainda enorme invisibilidade da comunidade LGBTQIA+. Nesta obra o autor aborda as questões do fundamentalismo religioso, do racismo, da homofobia e da transfobia, e desmonta os tabus, mitos e preconceitos que persistem na realidade social. Aqui pede-se que a sociedade saia do armário. Nós sugerimos-lhe que o leia.



Título: O Fim do Armário
Autor: Bruno Bimbi
Editora: Sextante Editora
Edição: 2020
Preço: 15,90€


A MULHER NA SALA E NA COZINHA
—— LAURA SANTOS



Este livro de Laura Santos constitui o livro mais popular de culinária português, onde se encontram as mais variadas e famosas receitas, como o “Pão de Ló de Coimbra” ou “Pastéis de Nata”. Um livro que deixa muito claro a forma como a sociedade portuguesa olhava para as mulheres e o papel social e familiar que esperava delas enquanto donas de casa – responsáveis por todas as tarefas não só da cozinha, como de toda a casa. A sexóloga e psicoterapeuta Marta Crawford deixa-nos um excerto que agora pode fazer rir, mas que faz pensar sobre um passado que ainda era mais machista e desigual entre géneros: “A dona de casa, mesmo no lar mais modesto, deve sentir prazer em embelezar a mesa à volta da qual se reúne a família à hora das refeições. Não terá que atender só aos dias de festa, aos jantares de cerimónia ou às recepções de visitas para o bem estar dos seus, a dona de casa procurará sempre trazer novos atrativos ao lar e consequentemente à sua mesa das refeições, tornando-a quando possível agradável dando-lhe um ambiente simpático e alegre.”




Título: A Mulher na Sala e na Cozinha
Autor: Laura Santos
Editor: Mel Editores
Edição: 1983
Preço: 23,00€


SÉRIES




UNORTHODOX




Baseada na autobiografia de Deborah Feldman, Unorthodox: The Scandalous Rejection of My Hasidic Roots, esta mini-série absolutamente extraordinária conta com apenas quatro episódios sobre a libertação de uma jovem de uma comunidade de judeus ultra-ortodoxos em Nova Iorque. A jovem atriz Shira Haas desempenha brilhantemente o papel de Esty Shapiro, que aos 20 e poucos anos tem um casamento arranjado, mas não se identifica com o tipo de vida que leva e pretende escapar desta comunidade patriarcal especialmente opressiva – desconhecida para muitos. Aqui, a protagonista decide fugir para Berlim e iniciar a descoberta de uma nova vida. E onde pode viver de forma livre. Uma série que leva a pensar sobre o papel submisso da mulher nas mais variadas culturas. E ainda tantas vezes na nossa.



Título: Unorthodox
Plataforma: Netflix
Escrita por Anna Winger e Alexa Karolinski,
baseado na autobiografia de Deborah Feldman,
Unorthodox: The Scandalous Rejection of My Hasidic Roots
Estreia: 2020


THE ONE






Imagine que era possível encontrar o ‘match’ amoroso e sexual perfeito para si a partir de um teste de ADN, feito apenas com um simples fio de cabelo. Imagina o quão revolucionário isso poderia ser? E os casais já formados antes da tecnologia ser lançada, quererão divorciar-se para testar a sua sorte com essa tecnologia? É este o mote para esta série britânica de ficção científica, disponível na Netflix, que envolve crime e, claro, conflitos amorosos. Nela irá encontrar dois atores portugueses, Albano Jerónimo, aqui num papel de destaque como namorado de uma das protagonistas, e o jovem promissor Miguel Amorim. Será que com uma tecnologia assim está garantido o desejado “felizes para sempre”? As preocupações deixarão de existir? E onde fica o lugar para a sedução? Arriscariam fazer este teste? O melhor é mesmo arriscarem ver esta série.



Título: The One
Plataforma: Netflix
Criador: Howard Overman
Estreia: 2021


KALIFAT




“Kalifat” é uma série sueca, disponível na Netflix, que narra o impacto da radicalização islâmica nos jovens. Se por um lado ficamos a conhecer a história de uma jovem mãe, Pervin, que vive na Síria e quer recuperar a sua vida e os seus direitos, por outro somos confrontados com as razões da fuga de casa e do país de duas adolescentes suecas radicalizadas que decidem ir para a Síria. Pervin vive sob medo, submissa ao marido, mas com desejo de liberdade, já as adolescentes muçulmanas pela enorme imaturidade e ignorância vivem numa cegueira religiosa que as deixa completamente vulneráveis. Uma série inteligente e bem escrita com uma narrativa bem servida de suspense. Aqui se contam os efeitos de religiões extremistas e o modo como afetam as comunidades e limitam e amordaçam as mulheres.



Título: Kalifat
Plataforma: Netflix
Criador: Wilhelm Behrman
Estreia: 2020


FILME


CALL ME BY YOUR NAME




Eis um belíssimo filme sobre amor, desejo e paixão. Esta é a história de dois jovens, com 17 e 24 anos, que se conhecem durante um verão, em 1983. Elio vive tranquilamente com os pais no norte de Itália até que Oliver, um aluno do seu pai, aparece na sua vida e marca-a para sempre. Ambos começam a passar algum tempo juntos até que o desejo passa a ser maior do que o medo, envolvendo-se os dois numa paixão fogosa. Aqui a redescoberta da sexualidade é um ponto fulcral, mas a dor, o conflito e a frustração também. Importa ainda destacar a química e a certeira representação dos atores Timothée Chalamet e Armie Hammer que elevam esta obra um dos melhores filmes sobre amor e paixão nos verdes anos.



Título: Call me by your name
Plataforma: Netflix
Realizador: Luca Guadagnino.
Estreia: 2017


Raquel Porto —— videoilustração

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on google