Como sobreviver a uma separação? O fim é sempre um falhanço para os dois? —— O amor acontece com a mesma naturalidade com que esmorece e acaba. Nem todos os romances e casamentos duram para sempre e, por vezes, provocam um longo e penoso luto nas pessoas desamadas. De acordo com dados do INE, no ano passado houve 3.862 desuniões. E, entre julho e setembro de 2020, foram mais 235 divórcios do que no ano anterior. Reflexos da pandemia? Pela experiência da psicoterapeuta e sexóloga Marta Crawford há sempre um dos elementos do casal que manifesta maior vontade em acabar com a relação, “mas ambos podem sentir o fim da relação como um falhanço”. E como seguir em frente? Como ultrapassar a dor, criar novos hábitos e arrumar as memórias no lugar certo? “Quando um casal se separa, até podem ser amigos no futuro, mas há uma fase em que não podem ser os melhores confidentes, nem os melhores amigos um do outro, porque devem primeiro fazer o luto da relação”. Neste episódio a conversa entre o jornalista Bernardo Mendonça e Marta Crawford parte do fim. Para novos inícios

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *