O tempo de duração médio de um orgasmo masculino e feminino é de cerca de 10 segundos. Se pensarmos num casal com uma frequência média de duas relações sexuais com orgasmo, por semana, então podemos afirmar que experimentam 20 segundos de orgasmo por semana, cerca de 1 minuto por mês, e um total de 12 minutos de êxtase por ano.
Se considerarmos 50 anos um período de atividade sexual expectável, podemos então chegar à conclusão que usufruímos ao longo da nossa vida sexual ativa de 10 horas de orgasmo, ou talvez 20 ou 30 para quem se masturba mais assiduamente.

.

Na troca de saliva, através do beijo, a boca é invadida por cerca de 250 bactérias, 9 miligramas de água, 18 de substâncias orgânicas, 7 decigramas de albumina, 711 miligramas de matéria gordurosa e 45 miligramas de sais minerais.
.
A língua é a base de todo o paladar e a boca é uma das partes mais sensíveis e mais versáteis do humano. Um beijo combina os três sentidos do tato, paladar e olfato. Além disso, favorece o aparelho circulatório, aumenta de 70 para 150 os batimentos do coração e beneficia a oxigenação do sangue. Sem esquecer que o beijo estimula a liberação de hormonas que causam bem-estar.
.
A alimentação branda e saudável dos japoneses, à base de peixes, verduras e arroz, tal como os banhos frequentes e cuidadosos, é uma das razões pelas quais o seu odor corporal é praticamente inexistente, segundo o olfacto de outras raças. Por sua vez, os esquimós cheiram a peixe, os africanos a amoníaco e os europeus cheiram a azedo.

.
Não há duas pessoas que possuam exatamente o mesmo cheiro, embora haja algumas semelhanças entre membros de uma mesma raça.
.
Na síndrome de Kalman, um quadro genético de alteração hormonal, que prejudica o desenvolvimento normal na puberdade, há uma ausência congénita do olfato. Com a ajuda de tratamento, essas pessoas chegam a alcançar níveis normais de hormonas, mas não conseguem recuperar o olfato, o que tem efeitos diretos na sua vida afetiva.
.
As mulheres que possuam o músculo pubococcígeo bem exercitado e treinado, conseguem através de técnicas de pompoarismo:

  • sugar o pénis movimentando a vagina
  • apertar o cabeça da glande;
    -massajar o pénis,
    -forçar a expulsão do pénis
    -contrair fortemente a vagina, impedindo a saída do pénis;
  • Sugar a glande com a vagina de forma a forçá-lo a entrar completamente;
  • Fechar os lábios e a entrada da vaginal, de modo a dificultar a entrada do pénis.
    Qualquer destes exercícios vaginais, são o resultado de muito treino.